Consultoria é caro!

Será? Vamos conversar um pouco melhor sobre isso?


Escolha um problema que você deseja resolver. Imagine-o.


Suas opções são:

1) Você resolver sozinha: se você sabe a solução e tem tempo suficiente para implementá-la, essa é a melhor opção.


2) Delegar para um funcionário: se você possui funcionários qualificados, experientes e ociosos, essa é uma possível opção.


3) Continuar com o problema: nem todos os problemas doem. Mas todos adiam o crescimento. Acomodar-se é o mais comum.


Com exceção da primeira, as opções 2 e 3 custam muito caro. Delegar é arriscado, pois funcionários, quando qualificados, geralmente estão sobrecarregados, afinal você quer que eles se paguem. Contratar um funcionário com boa qualificação é absorver um custo altíssimo (você sabe como é a CLT).


Continuar com o problema significa um grande custo de oportunidade. Imagine a quantia que você deixou de ganhar, por conviver com o problema. Calcule o tempo desperdiçado por você e por sua equipe e transforme-o em valores monetários. Também coloque na conta o estresse, os conflitos e o desvio de atenção das atividades principais. Acomodar-se é a pior escolha. Porém, é a escolha mais comum, tomada inconscientemente pelos empresários sem tempo.


Consultores são qualificados, experientes e estão concentrados em resolver problemas. Bons consultores multiplicam seu tempo, facilitam as coisas. Além disso, se você não gostar, pode cancelar o contrato, sem maiores prejuízos (diferente de funcionários). É a certeza de que seu projeto não ficará esquecido na gaveta.


Resolver problemas custa caro. Mas lembre-se: com exceção de você mesma, sua alternativa mais barata e segura é contratar um consultor.


Fonte: DRB Marketing

1 visualização0 comentário